IMG 2175

Na última sexta-feira, 01 de novembro, o Detran/SC conseguiu detectar e evitar uma fraude para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), culminando com a prisão em flagrante do suspeito.

No dia 23 de outubro, o suspeito deu entrada no processo para obtenção da habilitação, realizou a fotografia e os demais procedimentos – posteriormente, o sistema de validação facial,  recém-implementado no Detran/SC, acusou possível discrepância de informações comparando-as com aquelas constantes no banco de dados nacional (Denatran/Serpro).

Na ocasião em que o interessado retornou ao Detran para retirar o documento, usando RG falsificado, identificou-se perante os servidores e acabou detido por Delegados de Polícia que atuam no órgão, sendo conduzido à Central de Plantão Policial da Capital para lavratura dos procedimentos de polícia judiciária.

Nos casos em que as informações não atingem o nível de similaridade exigido (mínimo 90%), a validação é feita manualmente, através da comparação visual pela Gerência de Habilitação do Detran/SC - nesse momento constatou-se a suspeita da fraude, vez que as fotos eram de duas pessoas diferentes, oriundas de outros Estados.

Preso em flagrante, o suspeito responderá por crime de uso de documento falso, com pena de reclusão de 2 a 6 anos.

“A utilização da etapa de validação dos dados biométricos é mais uma segurança para todos os condutores e para o órgão de trânsito, pois é um sistema interligado entre todos os Estados. As possíveis tentativas de fraude serão elucidadas de imediato como ocorreu no caso relatado”, ressaltou Cristiano Sousa, gerente de Habilitação do Detran/SC.